Portal do Vale Tudo

Wellington Turman confiante para estreia no UFC: ‘Nocaute no 1º round’

por: Leonardo Fabri | @Fabri89
em 11 de julho de 2019

Turman chega ao UFC após vitória no Future MMA – Foto: Marcos Santos

Cerca de 50 dias depois de vencer a luta principal do Future MMA 4, o peso médio curitibano Wellington Turman ajusta os últimos detalhes para a estreia no UFC, marcada para este sábado, em Sacramento, EUA.

“É a realização de um sonho. Sempre trabalhei para isso, desde que comecei no MMA eu via o UFC na TV, então é uma felicidade muito grande estar aqui. Já tinha vindo algumas vezes com meus amigos, sempre achei muito legal e é um sonho sendo realizado.”

Pela frente, o aluno de Gile Ribeiro terá o norte-americano Karl Roberson, que não tem um bom retrospecto contra brasileiros. Suas únicas duas derrotas foram Cezar Mutante e Glover Teixeira, ambas por finalização.

“Jiu-Jitsu é o ponto fraco dele e é um dos meus pontos mais fortes. Vim para mostrar que sou um cara completo, que posso dar show em qualquer área que eu estiver lutando. Vim para dar show e para fazer uma grande luta no UFC. Vou em busca do nocaute no primeiro round. Cheguei para dar orgulho ao nosso país e conquistar aquele cinturão de volta para gente.”

A estreia de Turman no UFC poderia ter sido bem antes. Após emplacar três vitórias seguidas, ele foi convocado para participar do Contender Series Brazil, em agosto do ano passado, mas foi um dos muitos atletas que não conseguiram o visto de trabalho, o que o impediu de lutar diante de Dana White.

“O Contender foi um baque. A gente não foi, foi triste, mas o mestre me motivou bastante, disse para eu continuar trabalhando duro em busca do meu sonho, pois não adiantava ficar chorando. E Deus sabe das coisas. Eu sabia que este ano eu ia entrar, tinha até falado em entrevistas que eu tinha colocado como meta a minha entrada no UFC.”

Em seu lugar foi o ex-finalista do TUF Brasil Marcio Lyoto, que finalizou Leonardo Cabeção com uma guilhotina no primeiro round. Apesar da vitória, o ex-UFC não recebeu o contrato. Em abril, o Future casou o confronto entre os dois e Turman venceu com um amplo domínio, aplicando um knockdown e definindo com um mata-leão ainda no primeiro round.

“O Future é um grande evento, está projetando vários atletas para o UFC e a luta contra o Lyoto era o que eu precisava: vencer um cara de nome. Eu estava vindo de três vitórias boas, mas precisava vencer um ex-UFC. Com certeza ele é um dos melhores do Brasil e essa vitória foi muito importante, pois com certeza me projetou para o UFC”.

Assista à vitória de Wellington Turman no Future MMA: