Portal do Vale Tudo

Votações abertas para o Oscar do MMA nacional; veja quem concorre

por: Leonardo Fabri | @Fabri89
em 7 de janeiro de 2019

Já estão abertas as votações para a 6ª edição do Prêmio Osvaldo Paquetá, considerado o Oscar do MMA nacional, que este ano acontece no dia 19 de janeiro no Selfie Brasil, em Curitiba. Assista no vídeo acima um bate-papo com o presidente da organização, Cristiano Martins.

Entre e vote: https://premioosvaldopaqueta.com.br/de-seu-voto/

Na edição deste ano, o Prêmio Osvaldo Paquetá firmou uma parceria solidária com a Legião da Boa Vontade, instituição que atende milhares de famílias de baixa renda pelo Brasil e, ao lado da Super Rádio Brasil, Prime Esportes e Boomboxe, incentiva inúmeros projetos sociais e eventos de artes marciais.

Quem comparecer à cerimônia de premiação deverá levar 2kg de alimentos não-perecíveis, que serão doados a famílias de comunidades curitibanas. Só no mês passado, com a campanha “Natal Permanente da LBV – Jesus, O Pão Nosso de Cada Dia”, mais de 50 mil famílias foram beneficiadas, muitas com a ajuda da comunidade da luta.

Confira as categorias e os concorrentes da 6ª edição do prêmio:

Lutador do ano:

Glyan Alves;

Wilker “Feijão”;

Henerson “Neném”;

Carlos Eduardo “Bebezinho”;

Alison Vicente.

Lutadora do ano:

Simone “Mulher Gato”;

Edna “Trakinas”;

Ariane “Sorriso”;

Melissa Gatto;

Lara Procópio.

Atleta Revelação (Feminino):

Paula Bittencourt;

Larissa Raywry;

Bruna “Bruninha” May;

Flaviana “Neném” Moreira;

Kenia “Smith” Santana.

Atleta Revelação (Masculino):

Marciano Ferreira;

Bruno “Bolt”;

Gabriel Alves Braga,;

Silas Alves de Oliveira;

Pacelli Afonso Campos Almeida.

Luta do ano:

Luis Guerreiro vs. Vinicius Salvador no Shooto Brasil 85;

Caionã Blaide vs. Eddy Silva no WOCS 51;

Jansey Jones vs. Leandro Munrá no WOCS 51;

Tina Black vs. Julia Polastri no Shooto Brasil 84;

Marcos Babuíno vs. Maurício Facção no Thunder Fight 17.

Reviravolta do Ano:

Ricardo Sattelmayer sobre Henrique Rasputin no Batalha MMA 13;

Rodrigo Monstro sobre Luis Fabiano Caipira no Shooto Brasil 85;

André Deh Loco Amaral sobre Andrine Dalla no SFT 5;

Claudio Rocha sobre Murilo Filho no Shooto Brasil 88;

Bia Arlequina sobre Alana Souza no SFT 6.

Nocaute do Ano:

Daniel Miojo sobre Matheus Calabresa no Demolidor Fight 12;

Robson Cassaco sobre Leandro Lima no Extreme Fight 14;

Luis Guerreiro sobre Adriano Moicano no Amazon Talent 8;

Kaique Modesto sobre Alexandre Cirne no Shoto Brasil 85;

Bruno Bolt sobre Marcio Tulio no Quinto Fight Night.

Finalização do Ano:

Cleiver Fernandes sobre Thiago Castro no Mister Cage 36 aplicando uma chave de panturrilha;

Cleuber Cabral sobre José Israel no NFC 15 aplicando uma gravata peruana;

Wallace Lopes sobre Lucas Cardoso no Shooto Brasil 81 aplicando um triangulo de mão;

Alireza Noei sobre Murilo Trindade no SFT 4 aplicando uma chave de braço com alavanca com a perna;

Jorginho Filho sobre Marcelo Barbosa no Shooto Brasil 82 aplicando um von flue choke.

Treinador do Ano:

Giovanni Diniz;

André Tadeu;

Santos Rocha;

Gile Ribeiro;

Airton Nogoceke.

Equipe do Ano:

Inside Muay Thai;

Renovação Coari Team;

ATS Team;

Chute Boxe;

Gile Ribeiro Team.

Organização do Ano (Evento Televisionado):

Shooto Brasil;

SFT;

Thunder Fight;

WOCS;

Imortal FC.

Organização do Ano (Evento Não Televisionado):

Batalha MMA;

Nação Cyborg;

Saikyo;

Favela Kombat;

Federação Fight.

Edição do Ano (Card mais bem montado ou evento mais empolgante):

Thunder Fight 17;

WOCS 51;

SFT 3;

Imortal FC 8;

Shooto Brasil 85.

Arbitro do Ano:

Harry Santos;

Eugenio Veronese;

Abraão Lincon;

André Xaropinho;

João Claudio Soares.

Cutman do Ano:

Marcelo Akino;

Tatiane Canivelo;

Uppercut Cutwomens;

Julhyan Sorely de Oliveira;

Robson Gomes.

Announcer do Ano:

Sandribas de Campos;

Marcos Sabadin;

Bilmar Pereira;

Elias Moura;

Ton Munhoz.

Cage Girl do Ano:

Natalia Fernanda;

Vanessa Oliva;

Helen Mara;

Raissa Fernanda;

Sharon Grace.

Fotografia do Ano:

Deive Coutinho no Shoto Brasil 84;

Eduardo Rocha no Batalha MMA 12;

João Pisicótico no WOCS 51;

Ricardo Valarini no Thunder Fight 17;

Cassiano Correia no AFT 15.

Arte Gráfica do Ano:

Júnior Magalhães para o Action Fight;

Santo Negro para o NFC Championship;

Cassiano Correia para o MFC;

Winicius Tarik para o Shooto Brasil 84;

Para Fatality Kombat 2.

Matéria do Ano:

Brasileira Superou o Vício em Crack e Prepara Estreia no UFC – por Bruno Carvalho (UOL);

Ciência por Trás da Determinação do Sexo no Esporte– Por Luis Prota (Globo Esporte.com);

Tá Russo, a Saga dos Brasileiros que Precisam Vencer Rivais e Jurados no País – Por Marcelo Barone e Adriano Albuquerque (SporTV.com);

Sinal de Alerta no MMA. – Por Alexandre Matos (MMA Brasil);

Parada Cardíaca no MMA – Por Adriano Wilkson (UOL).

Comunicador do Ano:

Sandribas de Campos;

Marcelo Tetel

Tarso Dória;

Isabel Guimarães;

Rhoodes Lima.