Portal do Vale Tudo

USADA reconhece suplemento contaminado e Anderson Silva pode voltar ao UFC ainda em 2018

por: PVT | @portaldovt
em 18 de julho de 2018

Anderson pode voltar ao octógono este ano – Foto: Getty images

Anderson silva pode voltar ao octógono ainda este ano. Nesta quarta-feira, a agência antidoping americana (USADA) revelou que exames comprovaram que os suplementos usados pelo ex-campeão, adquiridos em uma farmácia de manipulação brasileira, estavam contaminados com substâncias proibidas, assim como aconteceu com Junior Cigano, Marcos Rogério Pezão e Rogério Minotouro. Sendo assim, Spider recebeu um ano de suspensão retroativo ao dia da notificação, em 10 de novembro do ano passado, ou seja, em 10 de novembro deste ano ele estará liberado para lutar.

“Os últimos nove meses foram extremamente difíceis. Eu senti que minha carreira e tudo pelo que eu trabalhei tão duro estava morrendo e meu futuro estava na balança. Eu sabia em meu coração que não havia feito nada de errado e que tinha cooperado plenamente com a USADA durante a investigação para provar isso. Hoje tenho uma energia renovada. Meu legado é restaurado. Eu posso me concentrar em voltar ao ringue e no próximo capítulo da minha vida depois de lutar”, declarou Anderson Silva à ESPN.

Anderson silva testou positivo para a testosterona sintética metiltestosterona e para o diurético hidroclorotiazida em exame feito pouco antes da luta que faria contra Kelvin Gastelum na China. Devido ao problema com doping, o duelo foi cancelado. Esta foi a segunda vez que o brasileiro foi suspenso por falhar no doping. Em 2015, ele também levou um gancho de um ano depois de ser pego pelo uso de androsterona e drostanolona.