Portal do Vale Tudo

Vídeo: A vitória de Rodolfo Vieira e o duelo sangrento que consagrou Matheus Mattos no ACB 82

por: PVT | @portaldovt
em 12 de março de 2018

Rodolfo Vieira segue 100% no MMA. No último final de semana, o astro do Jiu-Jitsu precisou de menos de quatro minutos para passar pelo luxemburguês Alexander Neufang na 82ª edição do evento russo ACB, realizado em São Paulo.

Depois de levar a luta para o chão, o brasileiro montou, pegou as costas e desferiu uma chuva de socos sobre um indefensável adversário, obrigando o árbitro interromper o duelo. Foi a terceira vitória do faixa preta das GFTeam em três lutas, a primeira por nocaute técnico.

Outro representante da Arte Suave que teve o braço levantado foi Ary Farias. Diferentemente do companheiro de Team Nogueira, Aryzinho suou para superar Saimon de Oliveira. Foram três rounds de combate bem disputado. No final, a superioridade no solo rendeu a vitória por decisão unânime ao manauara.

Na melhor luta da noite, o brasileiro Matheus Mattos e o russo Nashkho Galaev se digladiaram de forma sangrenta por três rounds, com direito a knock downs para ambos os lados, muita técnica e entrega. No fim, Mattos ainda chegou perto de uma finalização, com um triângulo, bem defendido pelo adversário, mas que foi o suficiente para a vitória brasileira, por decisão majoritária (um jurado marcou empate).

Na luta principal, o russo Mikhail Kolobegov venceu o veterano Thiago Silva por decisão dividida. Antes, Daniel Sarafian venceu o compatriota Carlos Eduardo Cachorrão por decisão unânime.

ACB 82

São Paulo-SP

10 de março de 2018

Mikhail Kolobegov venceu Thiago Silva por decisão dividida

Daniel Sarafian venceu Carlos Eduardo Cachorrão por decisão unânime

Matheus Mattos venceu Naskho Galaev por decisão majoritária

Rodolfo Vieira venceu Alexander Neufang por nocaute técnico no R1

Taigro Urso Branco venceu Marcos Babuíno por decisão unânime

Christos Giagos venceu Herdeson Capoeira por decisão unânime

Brett Cooper venceu André Chatuba por nocaute no R1

Ary Farias venceu Saimon de Oliveira por decisão unânime

Bruce Souto venceu Wendell Negão por decisão unânime

Maycon Boca venceu José Maria Sem Chance por decisão majoritária

Roberto Facada venceu Adilson Jack Godzilla por decisão unânime

Junior Preto venceu Thiago Gaia por nocaute técnico no R1

Gregory Milliard venceu Alexandre Hoffmann por nocaute técnico no R1

Emerson Rios venceu Vinicius Barqueta por nocaute técnico no R1