Portal do Vale Tudo

Treinador revela que Anderson luta em janeiro e garante que ele conseguiria descer ‘até 81kg, 81,5kg’ para eventual luta contra McGregor

por: PVT | @portaldovt
em 11 de outubro de 2018

Convidado do “Confraria da Porrada” dessa quarta-feira, o preparador físico Rogério Camões revelou que Anderson Silva volta ao octógono em janeiro e que só falta a definição do adversário para o anúncio. Sobre uma eventual luta contra Conor McGregor, o treinador disse que a ideia já era ventilada em 2016 e que, caso se concretize, conseguiria fazer Spider descer de forma saudável para um peso combinado

“Forçando o Anderson muito, (ele consegue bater) até 81kg, 81,5kg”, acredita. “Estive em Los Angeles há um mês e a gente conversou sobre a volta dele. Foi legal porque no dia seguinte ele me ligou e disse que já tinha marcado a luta, e só estava esperando o adversário. Pintou essa coisa do McGregor. Eu estava no evento Anderson x Cormier (UFC 200, julho de 2016) e me lembro do Joinha conversando comigo, a gente estava assistindo à luta na cara do gol e na frente estavam o Dana e o Fertitta, e me lembro do Joinha já conversando com o Lorenzo para casar, se o Anderson ganhasse, uma luta com o McGregor, e o McGregor estava no auge. Teve essa conversa, eu do lado e ele mostrando: ‘O cara falou que sim, que é uma luta boa, que eles estão interessados’. A conversa começou ali, essa história já vem de algum tempo”.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por Confraria da Porrada (@confrariadaporrada) em

A confusão que rolou no UFC 229 e que inclusive deve impedir o retorno de Conor McGregor num futuro próximo também foi debatida. A mesa ainda fez um paralelo com a briga generalizada durante o Pentagon Combat de 1997 que fez com que o Vale Tudo fosse proibido na capital do Rio durante anos. Na parte dos causos, Marcelo Alonso e Bebeo Duarte relembraram os bastidores do confuso UFC 12, de 1997, que devido à proibição do MMA em Nova York teve que ser transferido para o Alabama, a cerca de 1500km de distância, a 24h do início do evento.