Portal do Vale Tudo

Toquinho afirma que pode ter influenciado no estilo de luta de Gordon Ryan

por: PVT | @portaldovt
em 18 de setembro de 2019

Resgatado pela lenda da Luta-Livre Hugo Duarte após quase abandonar a carreira de lutador, Rousimar Toquinho, hoje com 39 anos, está com um importante desafio marcado. O faixa-preta de Jiu-Jitsu vai fazer um superduelo de submission contra o americano Gordon Ryan, que, assim como ele, é especialista em leg-locks.

Em entrevista recente ao PVT, antes do combate ser marcado, o brasileiro falou sobre a nova sensação da luta agarrada e atentou para a possibilidade de ter influenciado no estilo de luta do adversário. De acordo com Toquinho, muitos lutadores e treinadores americanos participavam de seus seminários na época em que atuava nos EUA.

“Quando eu lutei no UFC, ninguém fazia chave de pé, nem nada. E toda vez que eu lutava, eu ficava lá (nos EUA) um tempo, dando seminários de chave de pé. Eles não deixavam eu fazer mais nada a não ser chave de pé, até em seminários de kimono. Aí ficava só chave de pé, leg-lock, calcanhar… Depois de três ou quatro anos, começou a sair um ou outro fazendo, aí foi ajudando o Jiu-Jitsu a evoluir”, explicou o brasileiro.

A superluta contra Gordon Ryan, que já foi campeão do ADCC, em 2017, está marcada para o dia 6 de outubro, no evento World Jiu-jitsu Festival, em Nova York. Para Toquinho, sua experiência será o diferencial.

“Não vou acreditar que alguém vai ganhar de mim assim. Nas boas condições, não. Ele não acredita que vai perder, nem eu, só que eu estou nisso há anos. É uma posição (chaves de pé e joelho) que quem ensinou para eles (americanos), sem ser arrogante… se eles assumirem a verdade mesmo, fui eu que ensinei.”