Portal do Vale Tudo

Tayane Porfírio vibra com ouro duplo no Brasileiro após lesão na coluna: “Sua mente te faz melhor”

por: PVT
em 17 de Maio de 2018

Tayane é a melhor lutadora de Jiu-Jitsu da atualidade – Foto: Leonardo Fabri

Tayane Porfírio, 23 anos, voltou a vencer no Jiu-Jitsu. A faixa-preta da Alliance Rio dominou o peso pesadíssimo e o absoluto no Campeonato Brasileiro, realizado neste mês de maio, em Barueri, São Paulo.Após superar uma lesão na coluna, que a deixou fora do Pan deste ano, a campeã enfileirou todas as  até fechar com a amiga Claudia do Val o título no aberto. Na final do peso, depois que finalizou a adversária Luzia Fernandes (Gracie Barra), não conseguiu conter a emoção. O choro aliviou as dores e recompensou todo o trabalho duro antes do torneio.

“O ouro no Brasileiro me fez ver o quanto sou guerreira, sabe. Eu não estava treinando todos os dias, ia uma vez na semana treinar e, às vezes, não conseguia fazer as atividades. Durante as lutas eu sentia dores fortes mas eu sabia que era capaz de dar meu melhor mesmo com essas dores, pois continuar sendo a primeira do ranking seria complicado sem lutar. Todas as meninas competindo e eu apenas em alguns, foi muito complicado.Quero poder voltar logo e me dedicar mais aos torneios. Acho que não tem como classificar uma luta mais difícil, todas as lutas são uma batalha, são jogos diferentes e pesos diferentes. Não tem como eu falar que teve apenas uma luta difícil, acho que o mais difícil é você conseguir entrar para competir com a cabeça tranquila. Senti dificuldade em todas as lutas, não estou na melhor fase agora”, revela, antes de analisar seu desempenho na competição. “Não estou 100% recuperada ainda, não estava com um bom condicionamento físico para o Brasileiro e não foi uma das minhas melhores competições. Porém, foi a mais sofrida. Estou feliz com o resultado”.

Tayane está pronta para defender seu título no Mundial da IBJJF, programado para o fim de maio, em Long Beach, na Califórnia. Ela quer dominar o peso e o absoluto mais uma vez.

“Estou fazendo um trabalho diferenciado para resistência, estou testando um novo jogo para este Mundial. Vocês vão ver realmente a Tayane, uma Tayane bem diferente do que vocês viram no Brasileiro. Deixei-me levar muito por conta da lesão e acabei esquecendo quantas pessoas se espelham em mim. Quero mostrar que não é peso que te faz melhor, e sim, sua mente”.