Portal do Vale Tudo

Preparador físico detalha lesão que tirou Minotouro da luta contra Latifi e projeta longa recuperação

por: PVT
em 18 de maio de 2017

Rodrigo Babi é responsável pela preparação física dos atletas do Team Nogueira, incluindo Rogério Minotouro - Foto: arquivo pessoal

Rodrigo Babi é responsável pela preparação física dos atletas do Team Nogueira, incluindo Rogério Minotouro – Foto: arquivo pessoal

Uma lesão na cervical tirou Rogério Minotouro da luta contra Ilir Latifi. O PVT conversou com o preparador físico do Team Nogueira, Rodrigo Babi, que detalhou o que aconteceu com o meio-pesado do UFC desde o acidente que causou a contusão responsável por afetar sua via neural que dá comando ao braço até a decisão de sair do card do evento marcado para o dia 25 de junho, em Oklahoma, EUA.

“Há algumas semanas, durante um treino, o Rogério levou uma queda, bateu o rosto no chão e virou o pescoço. Sentiu uma dor muito forte na hora, mas achamos que era da pancada, algum mau jeito. Iniciamos a fisioterapia, ele tomou alguns analgésicos, mas os dias foram passando e nenhuma melhora. Intensificamos a fisioterapia, mas nada resolvia. Isso interferiu nos treinamentos, claro, tanto na parte física quanto na parte técnica. Consultamos um especialista que, após algumas avaliações, percebeu que o Rogério estava sem força no braço direito. E realmente ele estava treinando sem conseguir levantar a guarda, a mão direita ficava na cintura. Fizemos tudo que estava ao nosso alcance, mas o médico aconselhou a parar de treinar durante algumas semanas. E a gente sabe que não tem como parar de treinar por uma luta desse nível, então a gente optou por não lutar”, explicou o preparador.

Ainda de acordo com Rodrigo Babi, não há nenhuma previsão médica sobre quando Rogério Minotouro poderá voltar ao octógono. Na melhor das hipóteses, o lutador deve lutar novamente só no final de 2017.

“No momento é difícil falar em previsão. O UFC até nos questionou quanto a isso. O tratamento está se mantendo e vamos precisar de um ou dois meses para ter uma noção de quando ele vai poder lutar. Acho que até o final do ano ele luta. É bom ele não se sacrificar, pois vai fazer 41 anos, e lutar sem estar em plenas condições é muito complicado”.

Rogério Minotouro fez sua última luta em novembro do ano passado, quando perdeu por nocaute técnico para Ryan Bader. Foi a terceira derrota em quatro lutas. Entre os reveses, o brasileiro superou Patrick Cummins por nocaute técnico em maio do ano passado.