Portal do Vale Tudo

Oddsshark acerta mais uma vez com a vitória de Robert Whittaker sobre Yoel Romero no UFC 225

por: PVT | @portaldovt
em 11 de junho de 2018

Peso médio voltou a vencer Romero – Foto: Getty Images/UFC

O UFC 225, realizado na noite do último sábado (09), em Chicago, foi um grande sucesso. Além dos lutadores que saíram vitoriosos do octógono, quem confiou nos palpites do Oddsshark.com se deu muito bem, principalmente na luta de gala da noite, quando Robert Whittaker obteve êxito ao defender o cinturão dos médios contra o veterano Yoel Romero.A seguir, confira um resumo do que foi o último evento do Ultimate e os lucros obtidos pelos apostadores.

UFC 225: WHITTAKER CONFIRMA PREVISÕES E MANTÉM TÍTULO DOS MÉDIOS

Depois que Romero não conseguiu bater o peso, na sexta-feira (08), pela sua segunda luta consecutiva, os fãs do UFC ficaram preocupados, mas a realização do combate foi permitida. No fim, Whittaker alcançou a segunda vitória consecutiva sobre o cubano, em uma vitória acirrada – decisão dividida dos juízes.

Logo no início, o campeão parecia estar no controle. Seus constantes chutes nas pernas e golpes marcaram vitórias claras nos dois primeiros rounds. E com o olho direito de Romero dramaticamente inchado, o desafiante parecia estar com sérios problemas. Porém, ele virou o combate a seu favor com golpes duríssimos contra Robert, que mostrou um queixo incrível jogo de cintura para afastar os ataques de Romero. O campeão recuperou o ímpeto e dominou a maior parte do quarto assalto.

No fim, Romero partiu para ataque furioso no quinto e último round – quando poderia ter sido marcado um 10-8 a seu favor. Mas não foi, e Whittaker venceu por 48 a 47.

Cota do vencedor: R$ 1,41/R$ 1

RAFAEL DOS ANJOS É SUPERADO POR COLBY COVINGTON

Infelizmente, para o MMA brasileiro, Rafael Dos Anjos não conseguiu calar Colby Covington. O ex-campeão dos leves deixou ser levado pelo eficiente Wrestling do norte-americano, que repetiu o enredo por cinco rounds, lançando combinações, sempre andando para frente e obrigando Dos Anjos a caminha para trás, e partindo para a queda. A estratégia metódica deu certo e Covington garantiu a vitória, de forma clara, por decisão unânime.

Cota do vencedor: R$ 1,77/R$ 1

CHARLES DO BRONX’S E CLAUDIA GADELHA REPRESENTAM BRASIL À ALTURA

Charles Do Bronx’s aceitou enfrentar Clay Guida a 12 dias da luta e precisou de 2 minutos e 18 segundos para encaixar uma guilhotina, puxar para guarda, definir o combate e colocar seu nome na história. Com esta que foi a sua 10ª finalização no UFC, o peso leve se igualou à lenda Royce Gracie como o maior finalizador da maior organização de MMA do planeta. Quem também venceu foi a peso-palha Claudinha Gadelha. Em uma das melhores lutas do evento, a brasileira levou a melhor sobre Carla Esparza por decisão dividida.

No geral, o evento serviu como um ponto de exclamação para uma noite cheia de lutas de altíssimo nível. Pra se ter ideia do equilíbrio, todos os combates do card principal foram por decisão dos juízes. Trata-se de uma prévia que faz a expectativa pelo UFC 226, em Las Vegas, aumentar ainda mais, quando o ponto alto será a disputa de título dos pesos-pesados ​​entre Stipe Miocic e Daniel Cormier.

CONFIRA AS COTAS PAGAS NAS LUTAS DO UFC 225, SEGUNDO O ODDSSHARK.COM

Card Principal

Peso médio: Robert Whittaker derrotou Yoel Romero na decisão dividida dos juízes (48-47, 47-48, 48-47) – (R$ 1,41)

Peso meio-médio: Colby Covington derrotou Rafael dos Anjos na decisão unânime dos juízes (48-47, 49-46, 48-47) – (R$ R$ 1,77)

Peso pena: Holly Holm venceu Megan Anderson por decisão unânime (30-27, 30-26 e 30-26) – (R$ 1,41)

Peso pesado: Tai Tuivasa derrotou Andrei Arlovski na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28) – (R$ 1,35)

Peso meio-médio: Mike Jackson venceu CM Punk por decisão unânime dos juízes (30-26, 30-26, 30-26) – (R$ 1,42)

CARD PRELIMINAR

Peso pesado: Curtis Blaydes derrota Alistair Overeem por nocaute técnico a 2m56s do R3 – (R$ 1,58)

Peso palha: Cláudia Gadelha venceu Carla Esparza na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 29-28) – (R$ 1,20)

Peso pena: Mirsad Bektic derrotou Ricardo Lamas na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 30-27) – (R$ 1,44)

Peso pesado: Chris de la Rocha derrotou Rashad Coulter por nocaute técnico a 3m53s do R2 – (R$ 2,45)

Peso meio-pesado: Anthony Smith venceu Rashad Evans por nocaute a 53 seg. do R1 – (R$ 1,32)

Peso mosca: Sergio Pettis derrotou Joseph Benavidez na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 30-27) – (R$ 2,95)

Peso leve: Charles do Bronx finalizou Clay Guida com uma guilhotina a 2m18s segundos do R1 – (R$ 1,62)

Peso pena: Dan Ige derrotou Mike Santiago por nocaute a 50 segundos do R1 – (R$ 1,69)