Portal do Vale Tudo

O dia em que Carlão Barreto, Hugo Duarte e Wallid Ismail desafiando Mark Coleman

por: PVT | @portaldovt
em 12 de julho de 2018

Em outubro de 1996 o Rio de Janeiro foi “invadido” por enormes wrestlers norte-americanos, que vieram ao Brasil para a 4ª edição do Universal Vale-Tudo Championship (UVF). Entre eles estavam Mark Coleman, que na época já era campeão do UFC, Kevin Randleman, Dan Severn e Dave Beneteau.

Sem lutadores brasileiros do primeiro escalão devido ao baixo valor da bolsa proposta pela organização, o evento promovido foi dominado pelos visitantes e, como já era esperado, Kevin Randleman sagrou-se campeão do GP, ao derrotar Luís Carlos Maciel, Geza Kalman e Dan Bobish, respectivamente.

No “Confraria da Porrada” da última quinta-feira, os integrantes da mesa relembraram o episódio. Carlão Barreto, personagem importante dessa história, lembrou um fato que ocorreu em cima do ringue.

Antes de Randleman fazer a final contra Bobish, Mark Coleman subiu ao ringue para ser desafiado por dois pesos pesados brasileiros: Hugo Duarte, representante da Luta-Livre; e Carlão Barreto, do Jiu-Jitsu. Entretanto, Wallid Ismail, bem mais leve, também quis se colocar à disposição do peso pesado americano. Quem lembra é Carlão Barreto.

“Quando o Hugo entrou, entrei atrás, aí o Wallid veio também. O Hugo pegou o microfone e desafiou o Mark Coleman. Para não ficar atrás, eu emendei: então é o seguinte, como o Coleman é o campeão, sugiro uma luta entre eu e o Hugo para ver quem luta contra o Mark Coleman. O Coleman não entendia nada, porque falávamos em português. Aí o Wallid me pega o microfone e também quis entrar no bolo. Aí o Hugo, naquele jeito dele, falou: ‘O Carlão tudo bem, pitbull, mas o cara, um chihuahua, pô… (risos)”, relembrou de forma bem humorada.

Na ano seguinte, porém, Coleman já era um importante nome do UFC e não pôde participar do UVF. No final, o clássico Wrestling x Brasil ficou por conta de Kevin Randleman e Carlão Barreto, que se enfrentaram na final do torneio, com o brasileiro levando a melhor ao colocar o rival para dormir com um triângulo.

Assuntos atuais foram pautas

No programa de quinta-feira, o elenco ainda analisou os destaques do UFC 226, realizado no último final de semana, como a vitória de Daniel Cormier sobre Stipe Miocic, o emopurrão de Brock Lesnar no novo campeão dos pesados, o futuro de Paulo Borrachinha e a possibilidade dele enfrentar Ronaldo Jacaré no UFC São Paulo, em setembro. Participando diretamente da Itália, o líder da American Top Team Conan Silveira revelou que Antônio Cara de Sapato e Derek Brunson podem fazer a luta co-principal do evento paulista.