Portal do Vale Tudo

Morre Hélio Vigio, lenda da arbitragem marcial

por: PVT
em 15 de dezembro de 2016

Helio Vigio em ação no UFC

Helio Vigio em ação no UFC – Foto: Susumu Nagao

Morreu nesta quinta-feira por causas naturais o faixa vermelha de jiu-jitsu Hélio Vigio, conhecido por ter arbitrado lutas históricas, tanto no jiu-jitsu quanto no vale-tudo. O enterro está marcado para esta sexta-feira, às 12h, no cemitério Memorial do Carmo, no Caju, Zona Portuária do Rio de Janeiro.

Discípulo Gracie, Hélio Vigio iniciou no jiu-jitsu na década de 1940. Muito técnico, rapidamente se tornou um dos principais lutadores da academia, na qual treinavam também as lendas Carlson Gracie e João Alberto Barreto, no Rio de Janeiro.

Embora tenha competido tanto no jiu-jitsu quanto no vale-tudo, Vigio ficou mais conhecido pelas lutas em que foi árbitro. Além de ter mediado lutas na primeira edição do UFC a convite de João Alberto Barreto, ele também arbitrou o histórico duelo de jiu-jitsu em que Wallid Ismail finalizou Royce Gracie em 1998.

Porém, sua história mais marcante no mundo das lutas aconteceu no vale-tudo de 1984, no Maracanãzinho. Na ocasião, a equipe de Flavio Molina, reconhecendo a derrota para Marcelo Behring, jogou a toalha no ringue em sinal de desistência. Árbitro responsável pela luta, Vigio pegou a toalha, enxugou o rosto de suor e jogou para fora do ringue, interrompendo a luta momentos depois.

Fora da luta, Helio Vigio foi um respeitado e temido delegado da Polícia Civil, instituição na qual fez parte dos anos 1960 aos 1990, sendo responsável pela divisão anti-sequestro e no combate ao narcotráfico.