Portal do Vale Tudo

Kron Gracie e Vicente Luque roubam a cena em noite infeliz para Cain Velasquez e Renan Barão

por: PVT | @portaldovt
em 18 de fevereiro de 2019

Kron encaixou um mata-leão ainda no primeiro round – Foto: Getty Images/UFC

No evento que marcou o retorno de Cain Velásquez ao octógono, nesse domingo em Phoenix-EUA, quem roubou a cena foram dois brasileiros: Kron Gracie e Vicente Luque.

Representante da lendária família, o peso-pena chegou às costas de Alex Caceres ainda em pé, levou a luta para o solo e encaixou um mata-leão para garantir a vitória em sua estreia no UFC, em apenas 2 minutos e 6 segundos de combate. Foi o quinto triunfo de Kron em cinco lutas de MMA.

Já o meio-médio não teve uma noite tão tranquila. Apesar de ter dominado grande parte do primeiro round, Luque acabou esbarrando na resistência de Bryan Barbarena, passou a correr sérios riscos de ser nocauteado, mas, a seis segundos do fim do terceiro round, conectou duas joelhadas que mandaram o americano para a lona. Foi a quarta vitória seguida do brasileiro no UFC.

Protagonista da noite, Cain Velasquez não teve uma boa volta ao octógono. Sua luta contra Francis Ngannou não durou apenas 26 segundos, pois o ex-campeão lesionou o joelho sozinho numa tentativa de queda. O americano não lutava há quase três anos e, devido ao infeliz desfecho, pode ser que essa tenha sido sua última vez dentro do cage.

Outro ex-campeão que teve uma noite infeliz dentro do octógono foi Renan Barão. O peso-galo até que começou bem a luta, venceu com sobras o primeiro round contra Luke Sanders, mas acabou surpreendido por um direto que o nocauteou no primeiro minuto do segundo round. Foi a quarta derrota seguida do brasileiro, a sexta em sete lutas.

UFC Phoenix

17 de fevereiro de 2019

Francis Ngannou venceu Cain Velásquez por nocaute no R1

Paul Felder venceu James Vick por decisão unânime

Cynthia Calvillo venceu Cortney Casey por decisão unânime

Kron Gracie finalizou Alex Caceres com um mata-leão no R1

Vicente Luque venceu Bryan Barberena por nocaute técnico no R3

Andre Fili venceu Myles Jury por decisão unânime

Aljamain Sterling venceu Jimmie Rivera por decisão unânime

Manny Bermudez finalizou Benito Lopez com uma guilhotina no R1

Andrea Lee venceu Ashlee Evans-Smith por decisão unânime

Nik Lentz venceu Scott Holtzman por decisão unânime

Luke Sanders venceu Renan Barão por nocaute no R2

Emily Whitmire finalizou Alexandra Albu com um mata-leão no R1