Portal do Vale Tudo

Kalindra prevê duelo em pé contra Eye, e já mira próximo passo: ‘Vencendo, eu já peço uma top 5’

por: PVT
em 11 de Janeiro de 2018

Brasileira faz sua segunda luta no UFC este sábado – Foto: Getty Images

Kalindra Faria volta ao octógono neste domingo, em Missouri-EUA, três meses depois de sua estreia no UFC. Tentando a primeira vitória na organização, ela enfrenta Jessica Eye pela categoria dos moscas e espera um combate travado quase todo na luta em pé, embora se garante caso a norte-americana tente levar para o solo.

“Vou me movimentar bastante, sei que ela gosta da trocação, tem tudo para ser uma luta bacana para quem gosta de trocação, mas se ela quiser me levar para o chão também, e acredito que ela não esteja preparada para isso, eu tenho chão, tenho wrestling, dá para fazer uma luta bacana. Mas a estratégia é a de sempre: bastante movimentação e lutar em pé, que é o que eu gosto de fazer”, disse a brasileira em bate-papo com fãs.

Na luta anterior, em outubro do ano passado, Kalindra foi finalizada por Mara Borello com um mata-leão no primeiro round. Segundo ela, o fator estreia pesou no combate, o que não acontecerá no sábado.

“Estou bem treinada, na minha estreia eu não estava, ainda tomei um choque da estreia. A gente conseguiu chegar onde a gente queria depois de tanto tempo de luta, e se Deus quiser a gente vai mostrar aquela Kalinra que se movimenta, que chuta, que finaliza, e se Deus quiser, vai dar tudo certo”, projetou a peso-mosca.

Profissional desde 2009, a brasileira, oriunda do Sanda (Boxe Chinês), venceu 18 das 25 lutas que fez (seis derrotas e um empate), e a metade de seus reveses foram no chão. Apesar disso, ela rechaça qualquer despreparo.

“Sempre treinei Jiu-Jitsu, desde 2009, mas infelizmente acontecem falhas, erros… Sempre perguntam se eu treinei jiu-jítsu… É MMA, rola de tudo. Sempre treinei, sempre gostei de treinar, e estou preparada para tudo que possa acontecer”.

Como a categoria feminina dos moscas é recém-nascida no UFC, Kalindra sabe que, se tudo ocorrer como o planejado, em breve ela poderá ser uma das desafiantes ao cinturão. Em caso de vitória no sábado, ela já tem um próximo alvo em mente.

“Primeiramente eu preciso vencer a luta de sábado. Vencendo sábado, eu peço uma top 5 da categoria, que pode ser a Barb Honchak, uma menina que eu já queria enfrentar há um tempo e acho que pode ser uma boa luta para mim. Vencendo ela eu acho que já posso pedir uma chance pelo cinturão”.

UFC Fight Night

St-Louis, EUA

Domingo, 14 de janeiro de 2018

CARD PRINCIPAL (1h, no horário de Brasília):
Peso-pena: Jeremy Stephens x Doo Ho Choi
Peso-médio: Uriah Hall x Vitor Belfort
Peso-mosca: Paige VanZant x Jessica-Rose Clark
Peso-meio-médio: Kamaru Usman x Emil Meek

CARD PRELIMINAR (21h, no horário de Brasília):
Peso-pena: Darren Elkins x Michael Johnson
Peso-leve: James Krause x Alex White
Peso-leve: Matt Frevola x Marco Polo Reyes
Peso-meio-médio: Thiago Alves x Zak Cummings
Peso-mosca: Kalindra Faria x Jessica Eye
Peso-galo: Talita Bernardo x Irene Aldana
Peso-palha: Danielle Taylor x JJ Aldrich
Peso-pena: Mads Burnell x Michael Santiago
Peso-galo: Kyung Ho Kang x Guido Cannetti