Portal do Vale Tudo

Fã de Wand e Belfort, campeão peso-galo do Aspera almeja UFC ainda em 2017

por: Leonardo Fabri
em 14 de junho de 2017

Erak posa com o cinturão ao lado de sua equipe após a conquista - Foto: Luan Oliveira/Photofilm

Erak posa com o cinturão ao lado de sua equipe após a conquista – Foto: Luan Oliveira/Photofilm

No último final de semana o Aspera FC colocou em disputa o cinturão peso-galo da organização em evento realizado em Fortaleza. Quem conquistou o título foi o paulista de Indaiatuba Gustavo Erak, que venceu o até então invicto Wellington Kakaroto por nocaute técnico no segundo round. Agora com 16 vitórias – sendo cinco em sequência -, o atleta da Team Nikolai pretende alçar voos internacionais.

“A gente já vem treinando focado para chegar no topo. Os resultados não poderiam ser diferente. Sei que o Aspera hoje coloca no UFC os atletas que detém seus títulos, e claro que isso é uma motivação. Se Deus quiser, as portas vão se abrir agora para que a gente possa ser conhecido mundialmente. O objetivo é esse”, disse o lutador de 25 anos.

Das 16 vitórias de Gustavo Erak no MMA, 10 foram através de nocautes – ele ainda possui três derrotas, um empate e uma no-contest. O estilo agressivo não é por acaso. Oriundo da luta em pé, ele iniciou a carreira inspirado em Wanderlei Silva e Vitor Belfort.

“Sou fã dos caras pelo instinto que eles têm, pela trocação. O Wanderlei ‘Cachorro Louco’ então, que sai na mão… Eu tenho um pouco disso. Nas minhas lutas eu não tenho como me fechar totalmente, esperar o cara bater para me inspirar… Eu saio na mão, esse é o nosso estilo. Claro, a gente treina para anular o jogo do outro, mas a gente não pode fugir do nosso estilo, que é sair na mão. É disso que o público gosta, de espetáculo. E eu me inspiro na agressividade desses caras. São minhas referências”, explicou o campeão.