Portal do Vale Tudo

Campeão no Jiu-Jítsu, Marcos Rogério Pezão crê que seu jogo de chão será um trunfo na divisão de pesos pesados do UFC

por: Leonardo Fabri
em 4 de outubro de 2017

Pezão acredita que seu Jiu-Jítsu será um trunfo contra os pesos pesados – Foto: Divulgação

Suspenso pela USADA após ser flagrado no doping em agosto deste ano, Marcos Rogério Pezão aproveita o período sem poder subir no octógono do UFC para se dedicar ao Jiu-Jítsu e ao Wrestling. No último domingo, ele conquistou o título de sua categoria na faixa marrom na primeira edição do Prime Esportes Jiu-Jítsu Experience, em São Paulo. Em bate-papo com o PVT, o lutador oriundo do Kickboxing explicou a importância em evoluir em outra área.

“Treino Jiu-Jítsu desde 2004, mas é a área na qual eu tenho que investir mais para evoluir. Sou um cara muito rápido, bem explosivo para os pesos pesados, tenho um bom Jiu-Jítsu, embora ainda não tenha conseguido mostrar dentro do UFC, então com certeza para eu brigar entre os cabeças da categoria eu tenho que melhorar meu Jiu-Jítsu e meu Wrestling. Tenho condições para me tornar o campeão dessa categoria”, afirma o ex-meio-pesado, que recentemente anunciou a mudança de categoria. “Na verdade eu sou um peso pesado de natureza, sempre lutei com 108kg, normalmente, mesmo batendo 93kg”.

Sem ainda ter sido julgado pela USADA, Pezão tem esperança em diminuir ou até anular o período de suspensão, pois garante que não fez uso de nenhuma substância proibida.

“Estou suspenso, um ano por enquanto, mas estou recorrendo para ver seu eu diminuo o tempo de suspensão, pois a culpa não foi minha, eu não estava fazendo uso de nenhum medicamento… Mandamos as provas para a USADA e estamos esperando eles analisarem para ver no que vai dar. Mas de qualquer forma, acabando a suspensão, já vou me colocar à disposição para lutar”.