Portal do Vale Tudo

Amanda Nunes aponta sinusite crônica como motivo de sua saída do UFC 213

por: PVT
em 10 de julho de 2017

Everyone is wanting to hear my side so here it is….. I have chronic sinusitis , I have fought with it before but this time It didn’t work out, during the weight cut I was unable to breath and felt off balance from the pressure in my sinuses. I was not feeling well enough to risk getting punched in the head with such pressure. I was taken to the hospital after weigh ins and they only checked my blood and dehydration so cleared me based on that. The next day I went back and they did a CT scan and found a build up and I was prescribed antibiotics and referred to a specialist. I have never pulled out of a fight before. I am sorry to all my fans that came out to see me, I’ll make it up to you the next time I step in the cage. The fight is being rescheduled. I still want this fight. I still want this opponent. Thank you 🦁 todos querem ouvir o meu lado da história sobre o que aconteceu, eu fui diagnosticada com sinusite crônica. Ja tive que lidar com isso antes, mas dessa vez foi pior… Durante a perda de peso senti fortes tonturas e muita dificuldade de respirar. Eu não poderia correr o risco de sofrer grandes impactos na cabeça. Após a pesagem oficial, fui ao hospital, onde apenas checaram meu sangue e desidratação. Continuei me sentindo muito mal, e na dia seguinte voltei ao hospital, onde fizeram uma ressonância da minha cabeça e foi diagnosticada a infecção. Fui medicada com antibióticos e encaminhado a um especialista. Nunca precisei cancelar uma luta antes, mas por motivos de saúde não pude fazer meu trabalho por completo nesse final de semana. A luta já foi remarcada!!! E eu quero muito essa luta com essa mesma adversária! Peço desculpas aos meus fãs.. e garanto que estarei mais preparada do que nunca!

Uma publicação compartilhada por Amanda Nunes (@amanda_leoa) em

No último sábado Amanda Nunes se sentiu mal, foi hospitalizada e acabou ficando de fora da luta principal do UFC 213, na qual defenderia o cinturão peso-galo contra Valentina Shevchenko. Segundo Dana White, os médicos liberaram a brasileira para lutar, mas ela preferiu se resguardar. Através de sua conta no instagram, a campeão explicou o que aconteceu.

“Todos querem ouvir o meu lado da história sobre o que aconteceu. Eu fui diagnosticada com sinusite crônica. Já tive que lidar com isso antes, mas dessa vez foi pior… Durante a perda de peso senti fortes tonturas e muita dificuldade de respirar. Eu não poderia correr o risco de sofrer grandes impactos na cabeça. Após a pesagem oficial, fui ao hospital, onde apenas checaram meu sangue e desidratação. Continuei me sentindo muito mal, e na dia seguinte voltei ao hospital, onde fizeram uma ressonância da minha cabeça e foi diagnosticada a infecção. Fui medicada com antibióticos e encaminhada a um especialista. Nunca precisei cancelar uma luta antes, mas por motivos de saúde não pude fazer meu trabalho por completo nesse final de semana. A luta já foi remarcada! E eu quero muito essa luta com essa mesma adversária! Peço desculpas aos meus fãs, e garanto que estarei mais preparada do que nunca!”.

Com a saída de Amanda Nunes e o cancelamento do duelo contra Valentina Shevchenko, a disputa do cinturão interino dos meio-pesados, na qual Robert Whittaker venceu Yoel Romero por decisão unânime, herdou o posto de luta principal.