Portal do Vale Tudo

Amanda Lemos exalta importância de Iuri Marajó para sua estreia no UFC: “Está comigo desde o início”

por: Leonardo Fabri
em 13 de julho de 2017

Amanda Lemos foi descoberta por Iuri Marajó – Foto: Leonardo Fabri

A peso-galo Amanda Lemos faz sua estreia no UFC neste domingo, em Glasgow, Escócia, e pela frente terá uma adversaria veterana, a norte-americana Leslie Smith. Para controlar o nervosismo normal para uma estreante do maior evento de MMA do mundo, a paraense conta com o suporte de Iuri Marajó, que tem um papel fundamental em sua caminhada até o UFC.

“O Iuri diz para eu ficar tranquilo, me diz que o nervosismo na estreia é normal, mas para não deixar a adrenalina subir porque pode acabar me atrapalhando lá em cima. O Iuri não apenas está sendo muito importante para mim neste momento, como é muito importante na minha carreira desde o início. Estou no MMA há quatro anos, sempre ao lado dele, e tudo o que eu conquistei foi junto com ele. Sábado será a realização de um sonho e ele estará comigo no octógono”, declarou a lutadora de 30 anos de idade.

Amanda Lemos estreou no MMA em 2014, e em 2015 conseguiu a sua primeira grande conquista no cenário nacional, o cinturão peso-galo do Jungle Fight. Apesar disso, até ser contratada pelo UFC, ela dividia seu tempo entre os treinos e os trabalhos como mototaxista. Agora ela pretende focar apenas na luta, mas para isso precisa se manter entre as melhores do mundo.

“Fui chamada há pouco tempo, ainda não sei como vai ser daqui para frente, ainda é tudo muito novo para mim, mas por enquanto eu dei um tempo no trabalho comum para poder me dedicar exclusivamente à luta. A ideia é fazer uma boa estreia e poder me dedicar apenas à carreira de lutadora”, projeta a atleta da Marajó Brothers.

Apesar de treinar Jiu-Jítsu desde que chegou na Marajó Brothers, “Amandinha”, como é conhecida pelos companheiros de treinos, não esconde sua origem na luta em pé, e isso se reflete em seu cartel: das seis vitórias que possui, cinco foram por nocaute. E no que depender dela a também striker Leslie Smith terá o mesmo destino de suas últimas adversárias.

“Minha equipe e eu estudamos muito o jogo da Leslie e a gente percebeu que ela anda para frente a todo o momento, e a gente usou isso para basear a nossa estratégia. Estou preparada para entrar lá, anular o jogo dela e impor o meu. Podem esperar uma grande apresentação, pois estou indo para estrear com o pé direito”, garante.

UFC Escócia

Glasgow, 16 de julho de 2017

CARD PRINCIPAL (a partir de 16h, horário de Brasília):

Peso-meio-médio: Gunnar Nelson x Santiago Ponzinibbio
Peso-palha: Joanne Calderwood x Cynthia Calvillo
Peso-leve: Steven Ray x Paul Felder
Peso-médio: Jack Marshman x Ryan Janes
Peso-meio-pesado: Khalil Rountree x Paul Craig
Peso-pesado: James Mulheron x Justin Willis

CARD PRELIMINAR (a partir de 13h, horário de Brasília):

Peso-meio-médio: Danny Roberts x Bobby Nash
Peso-mosca: Alexandre Pantoja x Neil Seery
Peso-médio: Charlie Ward x Galore Bofando
Peso-pena: Danny Henry x Daniel Teymur
Peso-galo: Brett Johns x Albert Morales
Peso-galo: Leslie Smith x Amanda Lemos