Portal do Vale Tudo

Adversário é desclassificado e Bibiano Fernandes recupera cinturão em edição histórica do One

por: PVT | @portaldovt
em 1 de abril de 2019

Maior campeão da história do One Championship, Bibiano Fernandes retomou o cinturão dos galos no último final de semana em Tóquio, Japão, ao devolver a derrota para Kevin Belingon, que o havia derrotado em novembro do ano passado.

Entretanto, apesar de ter dominado a luta, a vitória não foi da maneira que o brasileiro gostaria. No terceiro round, quando sua vantagem já era ampla, Bibiano foi alvo de cotoveladas na nuca, não conseguiu dar sequência à luta o filipino foi desclassificado.

“Eu estava vencendo os dois primeiros rounds, quando tomei uma sequência de cotoveladas ilegais na parte de trás da minha cabeça. Foram oito golpes e não dois como foi falado na transmissão ao vivo. Fica claro que ele não só bateu com muita força, mas ele mirou no alvo. Não foi como eu tinha planejado recuperar o meu cinturão do ONE championship, mas prevalece a honra e a integridade e isso é exatamente o que o Kelvin Belingon não mostrou ontem à noite. Eu estava tonto, fiquei um tempo sem lembrar aonde estava, e os 5 minutos que eu tinha para me recuperar não foram suficientes para voltar para a luta. Nesses 15 anos e 27 lutas de estrada, uma das coisas que aprendi foi escutar o meu corpo”, publicou o brasileiro no Instagram.

Já o recordista em defesas de cinturão do UFC, Demetrious Johnson, estreou muito bem na nova organização. Ele finalizou Yuya Wakamatsu com uma guilhotina no segundo round, avançando no GP dos pesos-moscas.

Já o ex-campeão peso leve do UFC e do Bellator Eddie Alvarez não teve a mesma felicidade. Ele foi eliminado de cara no GP da categoria aos ser nocauteado por Timofey Natyukhin ainda no primeiro round.

Na luta principal, o veterano Shinya Aoki finalizou Eduard Folayang com um katagatame no primeiro round e recuperou o cinturão peso leve da organização. Pelos médios, Aung La Nsang , que também é campeão dos meio-pesados, defendeu o título ao vencer Ken Hasegawa por nocaute técnico no segundo round.